Bispos da Inglaterra e Gales pedem perdão pelos abusos a menores

Londres, 22 abr (EFE).- Os bispos católicos da Inglaterra e de Gales pediram perdão hoje pelo escândalo dos abusos a menores que sacudiu à Igreja nos últimos meses e ressaltaram que não há desculpas para o ocorrido.

EFE |

O arcebispo de Westminster, Vincent Nichols, em nome da Conferência Episcopal da Inglaterra e Gales, divulgou hoje um comunicado no qual classifica como "profundo escândalo" o caso das denúncias de abusos de meninos por sacerdotes em vários países.

"Isto representa uma grande vergonha para toda a igreja. Mas a vergonha não é suficiente. O abuso de crianças é um pecado grave para Deus. Estamos concentrados não na vergonha, mas na dor por estes pecados", acrescenta a nota, que será enviada às paróquias na Inglaterra e Gales.

"Há pecados pessoais de uns poucos, diz. Mas estamos unidos no Corpo de Cristo e, portanto, seus pecados nos tocam a todos".

"Expressamos nossas desculpas e nosso profundo pesar aos que sofreram com estes abusos", acrescenta o comunicado.

No texto, os bispos convidam aos católicos da Inglaterra e de Gales a rezar durante as quatro sextas-feiras de maio pelas vítimas destes casos, que vieram à tona em vários países, sobretudo na Irlanda, Áustria, Suíça, Itália, Holanda, Alemanha e nos Estados Unidos.

O papa Bento XVI afirmou na quarta-feira durante sua viagem a Malta "compartilhou" com as vítimas de padres pedófilos "seus sofrimentos", rezou com elas "com comoção", e prometeu que casos como estes não voltarão a ocorrer na Igreja. EFE vg/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG