O bispo negacionista britânico Richard Williamson desembarcou na manhã desta quarta-feira no aeroporto londrino de Heathrow, procedente da Argentina, onde as autoridades o obrigaram a abandonar o país.

Williamson passou pelo portão de desembarque do aeroporto, onde era aguardado por uma multidão de fotógrafos.

Vestido com batina, sorridente e aparentemente tranquilo, foi escoltado pela polícia até a saída do aeroporto e não fez declarações.

O ministro argentino do Interior, Florencio Randazzo, anunciou na quinta-feira da semana passada que Williamson tinha prazo de 10 dias para abandonar o país, onde morava desde 2003, "sob pena de expulsão" por suas declarações sobre o Holocausto.

Richard Williamson declarou em uma entrevista a um canal sueco de TV: "Penso que não existiram câmaras de gás (...) Acredito que de 200.000 a 300.000 judeus morreram nos campos de concentração, mas nenhum na câmaras de gás".

bur-cyb/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.