Bird empresta US$ 1 bi à Índia para limpeza do Ganges

O Banco Mundial (Bird) emprestará à Índia US$ 1 bilhão nos próximos cinco anos para um plano de despoluição do Rio Ganges, considerado um dos mais poluídos do mundo. O rio de 2,5 mil quilômetros de extensão sofre com o despejo de esgotos, pesticidas e produtos químicos das indústrias que o cercam.

BBC Brasil |

Falando em Nova Déli, o presidente do Bird, Robert Zoellick, afirmou que o plano de limpeza beneficiará o Rio Ganges e sua rede de afluentes com a construção de usinas de tratamento de esgoto, restauração de sistemas de canalização do esgoto e outras medidas para melhorar a qualidade da água.

O empréstimo é parte de uma iniciativa do governo da Índia para acabar com os despejos de esgoto sem tratamento no rio, o principal do país, até o final de 2020.

Na quarta-feira, o Ministério da Fazenda da Índia também anunciou que o Bird iria triplicar seus empréstimos, que chegarão a US$ 7 bilhões, em outros projetos de desenvolvimento e infraestrutura no país.

Planos anteriores
De acordo com ambientalistas, 400 milhões de pessoas dependem do Rio Ganges e, se a poluição não for controlada, as comunidades que vivem nas margens do rio poderão acabar.

Outras tentativas de despoluir o Ganges fracassaram, incluindo um plano de 1989 que visava tornar potáveis as águas. Mas Zoellick afirmou que este novo plano tem um diferencial.

"No passado, (os outros planos) se concentraram muito nos aspectos individuais, como emissões de esgoto, e não na bacia do rio como um todo", afirmou.

"O que realmente diferencia este projeto é a tentativa de analisar toda a rede (de afluentes) do rio e tentar lidar com todos os aspectos", acrescentou.

Correspondentes na Índia afirmam que muitas das indústrias poluidoras do país estão nas margens do Ganges e de seus afluentes e são as principais responsáveis pela poluição no rio.

O Ganges também passa por algumas das cidades mais populosas da Índia, que lançam esgoto sem tratamento em suas águas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG