Taipé, 16 set (EFE).- A Universidade Nacional de Taiwan anunciou hoje o desenvolvimento de um biochip que analisa a fertilidade do sêmen em casa, sem necessidade do uso do microscópio ou de outros instrumentos.

Existem cinco equipamentos para examinar a fertilidade do sêmen em casa, mas, em geral, só medem a concentração do sêmen e alguns requerem o uso do microscópio, disse o professor Hu Wen-tsung, do Instituto de Mecânica Aplicada da Universidade de Taiwan, em entrevista coletiva.

O equipamento criado em Taiwan utiliza a tecnologia dos microfluidos, é mais fácil de usar e consegue resultados mais precisos que os atuais, disse Hu.

O novo biochip não só mede a concentração de espermatozoides, mas também sua mobilidade, sem necessidade de microscópios ou de ir ao hospital.

O primeiro protótipo do novo equipamento acontecerá em 2010 e o aparelho será comercializado em dezembro 2011, disseram os pesquisadores.

Quando for comercializado, os homens poderão testar a fertilidade de seu sêmen com a mesma facilidade e privacidade que as mulheres verificam uma gravidez. EFE flp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.