DUBAI (Reuters) - O líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, afirmou que aliança com cristãos e judeus poderia anular a fé dos muçulmanos e os convocou a lutarem contra aliados dos infiéis em países muçulmanos. As declarações de Bin Laden fazem parte de uma gravação, partes das quais foram divulgadas pela rede de televisão Al Jazeera, na quarta-feira. Os 25 minutos do áudio foram divulgados em um site islâmico nesta quinta-feira, dia que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, discursou no Cairo se dirigindo a muçulmanos.

(Reportagem de Inal Ersan)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.