Bin Laden: não haverá segurança nos EUA sem segurança na Palestina

"É injusto viver em paz enquanto nossos irmãos em Gaza vivem na angústia", disse terrorista em vídeo divulgado por site islâmico

AFP |

O líder da rede terrorista Al-Qaeda, Osama Bin Laden, morto na semana passada, advertiu que não haveria segurança nos Estados Unidos enquanto não houvesse segurança na Palestina, em uma mensagem gravada antes do ataque de forças americanas contra seu esconderijo no Paquistão. A mensagem foi transmitida neste domingo por um site islâmico.

Na mensagem, dirigida ao presidente americano, Barack Obama, Bin Laden avisa que a "América não poderá sonhar com segurança até que haja esta mesma segurança na Palestina".

"É injusto viver em paz enquanto nossos irmãos em Gaza vivem na angústia. Dessa forma, com a vontade de Deus, nossos ataques contra vocês devem continuar enquanto mantiverem o apoio a Israel", diz Bin Laden nesta rápida gravação.

O fundador da Al-Qaeda afirmou que queria enviar uma mensagem aos EUA através do nigeriano Umar Faruk Abdulmutalab, autor do atentado de 25 de dezembro de 2009 a um avião comercial americano, após os ataques de 11 de setembro de 2001, que deixaram cerca de 3 mil mortos."Se as nossas mensagens fossem recebidas por vocês por meio das palavras, não precisaríamos recorrer aos aviões para enviá-las", diz.

"Desta forma, a mensagem que quisemos transmitir através do heroi, o guerreiro Umar Faruk, Deus o tenha, confirma uma mensagem anterior transmitida pelos nossos herois do 11 de setembro", acrescenta.A gravação de áudio foi foi publicada no site shamikh1.net e tem pouco mais de um minuto de duração.

Ao confirmar a morte de Bin Laden em um comunicado divulgado na sexta-feira, a Al-Qaeda havia anunciado a divulgação "em breve" de uma mensagem de áudio de Osama Bin Laden, gravada uma semana antes da operação americana no Paquistão.str/tm/sh/ma

    Leia tudo sobre: EUAatentadosBinLaden

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG