O chefe da Al-Qaeda, Osama bin Laden, emitiu uma gravação de 22 minutos convocando a guerra santa para terminar com a ofensiva israelense na Faixa de Gaza, informou nesta quarta-feira a organização americana IntelCenter, especializada em vigiar sites islamitas.

Nesta gravação de áudio, intitulada "Convocação à Jihad para frear a agressão contra Gaza", o chefe da rede terrorista critica a gestão árabe da situação em Gaza, e convoca a guerra santa para restabelecer "Jerusalém e Palestina". O conflito de Gaza entrou em seu 19 dia nesta quarta-feira.

Segundo IntelCenter, Bin Laden, além de fazer referência nesta mensagem, a primeira de 2009, ao final do mandato do presidente George W. Bush e ao começo do de Barack Obama, que assumirá em 20 de janeiro.

A gravação também menciona a crise econômica mundial.

ch-chv/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.