Bill Gates e vários países fornecem US$ 880 milhões a fundo contra a fome

Washington, 22 abr (EFE).- Os Governos de Canadá, Coreia do Sul, Espanha e Estados Unidos, assim como a Fundação Bill & Melinda Gates, anunciaram hoje contribuições em um total de US$ 880 milhões a um novo fundo para lutar contra a fome e a pobreza no mundo.

EFE |

O programa global de agricultura e segurança alimentar contará com US$ 475 milhões dos EUA, US$ 230 milhões do Canadá, US$ 95 milhões da Espanha, US$ 50 milhões da Coreia do Sul e US$ 30 milhões da fundação de Gates.

O anúncio foi feito em um ato em Washington, que contou com a presença dos ministros de Economia da Espanha, Elena Salgado; do Canadá, James Flaherty; e da Coreia do Sul, Yoon Jeung-Hyun, assim como a dos secretários do Tesouro americano, Timothy Geithner, e o de Agricultura, Tom Vilsack.

Bill Gates, co-presidente da Fundação Bill & Melinda Gates, e o presidente do Banco Mundial (BM), Robert Zoellick, também foram ao evento.

OS EUA já tinham contribuído com US$ 67 milhões e solicitou US$ 408 milhões adicionais no orçamento do ano fiscal 2011, que ainda tem que ser aprovado pelo Congresso, assegurou o Departamento do Tesouro.

Essas contribuições são um "elemento-chave" da iniciativa do Governo de Barack Obama para melhorar a segurança alimentar, elevar a renda em áreas rurais e promover a estabilidade em países em desenvolvimento, acrescentou. EFE cai/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG