Bill Gates e Bloomberg lançam campanha de US$ 500 milhões contra cigarro

O fundador da Microsoft Bill Gates e o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, anunciaram, nesta quarta-feira, uma campanha de 500 milhões de dólares para combater o tabagismo no mundo.

AFP |

Em uma coletiva de imprensa, Gates disse que doará 125 milhões de dólares para a campanha, enquanto a Bloomberg anunciou que somará 250 milhões a seu compromisso já assumido em 2005 de investir 125 milhões nesse esforço.

"Nosso objetivo é apoiar e complementar a iniciativa da Bloomberg", declarou Gates, cuja contribuição inclui 24 milhões de dólares para o programa do prefeito de Nova York e o restante, para campanhas na Índia, China e África.

Os dois multimilionários, cujas fortunas chegam a 16 bilhões de dólares, no caso de Bloomberg, e a 58 bilhões de dólares, no de Gates, dedicam há anos parte do lucro de suas empresas à filantropia.

Segundo eles, pelo menos 1 bilhão de pessoas morrerão neste século de doenças ligadas ao tabagismo, se o hábito de fumar, por eles chamado de "epidemia", não for combatido.

A estratégia consiste em apoiar projetos que permitam aumentar os impostos contra o cigarro, mudar a imagem do produto, proteger os não-fumantes da exposição ao cigarro e ajudar as pessoas a pararem de fumar.

Um mundo sem cigarro, declarou Bloomberg, "é um mundo em que as pessoas vivem mais tempo e são mais felizes".

ltl/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG