Bill Clinton se compromete a ajudar povo haitiano após terremoto

Nações Unidas, 12 jan (EFE).- O enviado especial da ONU para o Haiti, o ex-presidente americano Bill Clinton, manifestou sua disposição de fazer tudo o que for necessário para ajudar o povo desse país após o forte terremoto desta terça-feira.

EFE |

"Meus pensamentos e orações estão com o povo do Haiti", disse o ex-presidente americano em comunicado divulgado pela fundação que leva seu nome.

Clinton disse que seus colaboradores na ONU, assim como as demais agências do organismo, acompanham a evolução dos eventos no Haiti após o forte terremoto, de 7 graus na escala Richter.

"Temos o compromisso de fazer tudo o que for necessário para ajudar o povo do Haiti nos trabalhos de resgate, recuperação e reconstrução", acrescentou.

Já a porta-voz do Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (Ocha), Stéphanie Bunker, disse à Agência Efe que foram iniciados os preparativos para enviar a Porto Príncipe uma equipe da unidade de Coordenação e Avaliação de Desastres das Nações Unidas (Undac).

Segundo ela, as equipes de busca e resgate no mundo todo estão acompanhando os eventos para o caso de ser necessária sua assistência.

O tremor mais forte aconteceu às 19h53 (Brasília) e o epicentro foi 15 quilômetros a sudoeste de Porto Príncipe. Depois, foram sentidas pelo menos cinco réplicas de menor magnitude. EFE jju/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG