Bill Clinton oferece toda ajuda a Obama nas eleições

Washington, 28 set (EFE).- O ex-presidente Bill Clinton se ofereceu hoje para fazer tudo o que o candidato do Partido Democrata, Barack Obama, pedir para ganhar as eleições, mas, ao mesmo tempo, elogiou o adversário republicano, John McCain.

EFE |

Em uma entrevista à rede de televisão "NBC", Clinton falou da "grandeza" de McCain por sua força ao superar os cinco anos e meio em que foi prisioneiro de guerra do Vietnã.

Não quis qualificar Obama também como um grande homem, pois afirmou que só tinha falado com ele uma vez com calma.

Afirmou, no entanto, que o senador por Illinois, "quando for presidente, fará coisas pelos americanos e pelo mundo, e então se revelará sua grandeza, pelo bem que fará".

Clinton disse que Obama é alguém "com bons instintos que geralmente começa adotando a posição correta e depois melhora, e isso é o que fez".

Após a derrota da esposa, Hillary Clinton, nas primárias extraordinariamente disputadas, alguns analistas colocaram em dúvida o grau de apoio do ex-presidente a Obama.

No entanto, Bill Clinton reiterou seu apoio ao senador por Illinois.

"Farei tudo o que me pedir", afirmou, acrescentando que "Hillary é quem me disse que o ajudasse. Ela me disse: 'Este homem tem perícia de verdade. Tem um potencial quase ilimitado'".

O ex-presidente reconheceu que "talvez algumas" das mulheres que apoiaram majoritariamente sua esposa nas primárias votem na chapa republicana devido à presença de Sarah Palin como candidata à Vice-Presidência, mas afirmou que não acha que muitas farão isso.

EFE cma/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG