Bill Clinton e Obama almoçarão juntos na quinta-feira

Washington, 8 set (EFE) - O ex-presidente Bill Clinton e o senador democrata Barack Obama manterão na quinta-feira um almoço privado em Nova York, em uma outra mostra da aproximação entre os dois após a acirrada batalha das primárias.

EFE |

A ex-primeira-dama Hillary Clinton concorreu e perdeu para Obama nas eleições primárias deste ano.

O encontro, citado pelos sites da emissora de televisão "CNN" e do jornal "The Wall Street Journal", coincidirá com o sétimo aniversário dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001 contra Washington e Nova York.

Tanto Obama quanto seu adversário republicano John McCain devem participar de vários atos em Nova York por ocasião do aniversário dos atentados, segundo um comunicado conjunto divulgado por suas campanhas este fim de semana.

A notícia do almoço privado ressalta o espírito de unidade nas fileiras democratas, o qual os Clinton tentaram alimentar durante a recente convenção do partido em Denver, onde se buscou fechar as feridas abertas durante as primárias.

As relações de Bill Clinton e Obama passaram por momentos de tensão durante as primárias.

Um deles aconteceu depois das eleições realizadas na Carolina do Sul, quando Clinton comparou o esmagador triunfo de Obama no estado com as vitórias, na época, nas primárias do líder afro-americano Jesse Jackson.

Esses comentários foram interpretados como uma tentativa de retratar Obama como um candidato afro-americano marginal.

Clinton não ajudou a reduzir as asperezas quando, em recente entrevista na televisão, afirmou que "alguém poderia dizer que nunca se está pronto para ser presidente", em resposta a uma pergunta sobre se Obama estava preparado para assumir o poder.

Mas o ex-presidente encerrou a disputa durante a recente convenção de Denver, quando defendeu de forma entusiasmada a candidatura de Obama, sobre o qual disse que "está pronto para ser presidente dos Estados Unidos".

Hillary Clinton também se uniu à campanha de Obama e participa hoje de vários atos eleitorais a favor do ex-rival na Flórida. EFE tb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG