O ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton chegou nesta terça-feira a Pyongyang, na Coreia do Norte, em uma missão diplomática. De acordo com a agência estatal norte-coreana, Clinton foi recebido pelo vice-ministro de Relações Exteriores, Kim Kye Gwan e por outras autoridades do país.

Segundo a Yonhap, a agência de notícias oficial da Coreia do Sul, a intenção da visita é discutir a libertação de duas jornalistas americanas presas em Pyongyang.

Euna Lee e Laura Ling foram presas em março depois de supostamente terem cruzado a fronteira da Coreia do Norte com a China. Elas foram condenadas a 12 anos de trabalho forçado por "atos hostis" e por terem entrado ilegalmente no país.

O Departamento de Estado americano não comentou os relatos da mídia coreana.

Em julho, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse que esperava que Pyongyang libertasse as duas jornalistas.

As duas estavam fazendo pesquisas para uma matéria sobre refugiados quando foram presas.

A relação entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos ficou tensa principalmente após os testes com mísseis realizados por Pyongyang.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.