Bienal do Humor em Cuba homenageia jornalista que jogou sapato em Bush

Havana, 3 abr (EFE).- A 16ª Bienal Internacional de Humor Gráfico de Cuba concedeu um Prêmio de Honra ao jornalista iraquiano Muntadhar al-Zaidi, que, durante uma entrevista coletiva em Bagdá, em dezembro, atirou os sapatos e xingou o então presidente americano George W.

EFE |

Bush.

A Bienal incluiu a homenagem ao jornalista iraquiano em sua declaração final, emitida na quinta-feira à noite, informou hoje à Agência Efe Isel Chacón, diretora do Museu do Humor de San Antonio de los Baños, que organizou o evento em conjunto com a União de Jornalistas de Cuba.

Zaidi trabalhava para o canal da televisão árabe "Al-Baghdadia" quando protagonizou o incidente em entrevista coletiva na qual também estava o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki.

Por esse ato, o jornalista iraquiano foi condenado em março em Bagdá a três anos de prisão. EFE rmo/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG