Biden pede responsabilidade ao PE e rápida aprovação do acordo Swift

Bruxelas, 6 mai (EFE).- O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, apelou hoje ao senso de responsabilidade do Parlamento Europeu e pediu aos eurodeputados a aprovação o mais rápido possível do acordo para cessão de dados financeiros dos europeus no marco da luta antiterrorista.

EFE |

Bruxelas, 6 mai (EFE).- O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, apelou hoje ao senso de responsabilidade do Parlamento Europeu e pediu aos eurodeputados a aprovação o mais rápido possível do acordo para cessão de dados financeiros dos europeus no marco da luta antiterrorista. "Quanto mais tempo estejamos sem acordo, maior será o risco de um ataque terrorista", advertiu Biden à Eurocâmara, que em fevereiro vetou a aplicação do pacto conquistado entre Bruxelas e Washington para transferir a informação financeira que precisa o consórcio bancário Swift. Nas próximas semanas, está previsto que a Comissão Europeia (CE) comece a negociar um novo acordo com as autoridades norte-americanas, texto que depois o PE terá que dar sua aprovação. "Os novos poderes obtidos por este Parlamento com o Tratado de Lisboa deram um maior papel nessa luta e um maior imperativo para governar de forma responsável", disse Biden aos deputados. "Como líderes, compartilhamos a responsabilidade de proteger aos 800 milhões de pessoas aos que servimos", insistiu. Diante das dúvidas dos eurodeputados com relação à proteção dos direitos individuais e a privacidade no marco deste acordo, Biden se mostrou "totalmente convencido de que devemos e podemos proteger os cidadãos e ao mesmo tempo preservar as liberdades". Neste sentido, ressaltou que o compromisso de Washington com a privacidade é "tão profundo" como o europeu, mas lembrou aos deputados que tão importante como proteger as liberdades dos cidadãos é defender sua segurança. EFE mvs/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG