Biden analisa reconciliação nacional com seus colegas iraquianos em Bagdá

Bagdá, 3 jul (EFE).- O vice-presidente dos Estados Unidos, Joseph Biden, estudou hoje em Bagdá com seus colegas iraquianos, o sunita Tareq al-Hashemi e o xiita Adel Abdel Mahdi, o processo de reconciliação nacional no Iraque, segundo o porta-voz da Presidência Nasir al-Ani.

EFE |

Biden, que chegou ontem à noite na capital iraquiana em uma visita surpresa de três dias, se reuniu com os dois vice-presidentes do Iraque para analisar "a situação atual e os meios para impulsionar a reconciliação nacional", disse Ani à Agência Efe.

Antes da reunião com seus colegas iraquianos, Biden se reuniu com o comandante-em-chefe do Exército dos EUA no Iraque, Ray Odierno, e com o embaixador de seu país em Bagdá, Christopher Hill.

Embora não tenha sido emitido nenhum comunicado oficial após esse encontro, fontes oficiais iraquianas, que pediram o anonimato, explicaram à Efe que os responsáveis americanos estudaram a retirada das tropas dos EUA das cidades e as medidas a serem tomadas para reforçar a segurança e evitar o retorno da violência.

Durante sua estadia no Iraque, está previsto que Biden se encontre com o presidente, Jalal Talabani, e o primeiro-ministro, Nouri al-Maliki, embora ainda não tenha dito quando.

A visita de Biden ocorre depois que no dia 30 o Exército americano terminou sua retirada das cidades iraquianas, em cumprimento do acordo de segurança assinado em dezembro do ano passado entre Washington e Bagdá.

Esse pacto estabelece, também, a saída definitiva das tropas dos EUA do país árabe para o final de 2011.

A viagem de Biden ao Iraque é sua primeira como vice-presidente dos EUA e o segundo neste ano. EFE ah-nq-ssa/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG