Betancourt promete defender liberdade de reféns das Farc

Bogotá, 6 jul (EFE).- A ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt, resgatada na última quarta-feira pelo Exército do país junto com outros 14 reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), prometeu hoje aos que continuam seqüestrados que buscará apoio internacional para sua libertação.

EFE |

"Aos que estão na selva, vocês sabem que quando eu me comprometo com algo, o faço de verdade. Não vou deixar um segundo de defender a liberdade de vocês e de conseguir canais de comunicação com as Farc e com os países para que vocês possam voltar rapidamente", afirmou.

Betancourt fez estas declarações em Paris, ao programa de rádio "Las voces del secuestro" (As vozes do seqüestro), que nos fins de semana transmite mensagens dos parentes aos reféns que estão nas selvas e montanhas colombianas.

"Levo cada um de vocês dentro do meu coração. Lembro-me das caminhadas, quando nos encontrávamos. E aos que não encontrei, com quem não estive junto, a todos os que não pude ver, mas que estão lá, que aí estou com vocês, agora e quando pudermos nos abraçar. E isso vai ocorrer muito em breve", afirmou.

Betancourt lembrou que, quando estava na floresta, escutava o programa de rádio para ouvir as mensagens de sua mãe, Yolanda Pulecio, e de outros parentes.

Na operação militar realizada na última quarta-feira, foram libertados, além de Betancourt, os americanos Thomas Howes, Keith Stansell e Marc Gonsalves, assim como 11 policiais e militares colombianos. EFE gta/rb/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG