Betancourt passou duas semanas com os filhos nas Ilhas Seychelles

Paris, 30 ago (EFE).- Ingrid Betancourt dedicou seu primeiro verão de liberdade em mais de seis anos a seus filhos, nas Ilhas Seychelles, informa hoje o jornal Le Figaro.

EFE |

Betancourt, resgatada no dia 2 julho junto com outros 14 reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), foi o principal foco da mídia internacional por quase duas semanas.

Sua última grande aparição pública aconteceu no dia 14 de julho, quando foi homenageada pela França através do presidente Nicolas Sarkozy em um ato assistido por milhares de pessoas.

No dia 21 de julho, ela e seus dois filhos, Melanie e Lorenzo, viajaram para as Ilha Seychelles a convite do Governo local.

Betancourt viveu entre 1985 e 1988 nas Ilhas Seychelles, onde seu primeiro marido, Fabrice Delloye, era conselheiro econômico na Embaixada francesa.

Sua filha Melanie nasceu nas Ilhas Seychelles, e seu ex-marido disse que Betancourt viveu "momentos absolutamente maravilhosos" quando morou no local.

Pessoas próximas à família afirmaram que a ex-refém das Farc "desligou seu telefone celular, e nem sequer o Palácio do Eliseu conseguia se comunicar com ela" durante o período. EFE ao/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG