Betancourt participará de manifestação para exigir libertação de reféns

Bogotá, 3 jul (EFE).- A ex-candidata à Presidência colombiana Ingrid Betancourt participará no dia 20 de julho de uma manifestação convocada pelos reféns resgatados para exigir a libertação unilateral dos seqüestrados que ainda permanecem em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

Betancourt disse hoje em entrevista à "Radio Caracol" que essa data, dia da Independência da Colômbia, tem um "simbolismo muito grande" e confirmou sua participação na mobilização que busca a "liberdade dos seqüestrados em poder das Farc".

"Se for preciso estar aqui em 20 de julho para uma manifestação que lute pelas libertações unilaterais dos outros seqüestrados, contem comigo como um soldado a mais, sou um soldado dessa causa e estarei com vocês", disse a ex-refém.

Os meios de comunicação colombianos se uniram à convocação de um dos militares que, nesta quarta-feira, pediu para que o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, não se esqueça dos que ficaram na selva.

"Temos que fazer uma profunda revisão de nossa atitude em relação a quem pensa diferente, e isso está acontecendo no país", afirmou Betancourt, resgatada ontem pelo Exército.

Ao lembrar as manifestações do início do ano para pedir a libertação dos seqüestrados, a ex-senadora disse que "há uma profunda reflexão feita por todos os corações dos colombianos, maior consciência, solidariedade, tolerância e menos diferença".

Betancourt, que também possui nacionalidade francesa, chamou a mudança de "processo muito belo que está acontecendo na Colômbia e (...) por isso, com esses antecedentes, a paz pode estar perto".

O sargento da Polícia colombiano Julio César Buitrago, também libertado na operação do Exército, disse ontem à noite ser favorável à realização de uma manifestação pela liberdade dos seqüestrados que ainda permanecem em poder das Farc, solicitação apoiada por outros ex-reféns.

"Convido todo o povo colombiano a voltar a fazer uma passeata com a de 4 de fevereiro", disse Buitrago, ao lembrar as manifestações que aconteceram nessa data em mais de cem cidades do mundo em favor dos reféns da guerrilha Buitrago foi libertado ontem juntamente com 14 reféns das Farc, entre eles Betancourt e três americanos, em uma operação do Exército da Colômbia nas selvas do sul do país sem a necessidade de nenhum disparo. EFE fer/wr/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG