A irmã de Ingrid Betancourt, Astrid, declarou neste sábado à AFP que os resultados dos primeiros exames médicos da ex-refém das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) no hospital parisiense de Val-de-Grâce são tranqüilizadores.

"Os resultados dos primeiros exames são bem mais tranqüilizadores, mas o médico disse que ela precisa descansar sem falta porque isso pode ter conseqüências", disse Astrid Betancourt.

"Estamos esperando o resultado de um último exame e ela deve sair do hospital no fim da tarde (hora local)", acrescentou.

A ex-refém franco-colombiana, libertada quarta-feira depois de mais de seis anos de cativeiro na selva colombiana nas mãos das Farc, chegou às 11H00 local (O9H00 GMT) ao hospital.

Ingrid Betancourt está em Paris desde sexta-feira. Ela foi recebida pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy.

ib-cls/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.