pessoas que importam , da Time - Mundo - iG" /

Betancourt lidera lista de pessoas que importam , da Time

Nova York, 17 dez (EFE).- A ex-senadora colombiana e ex-refém das Farc Ingrid Betancourt lidera a lista de pessoas que importam publicada hoje pela revista americana Time, na qual também figuram o presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, e a senadora por Nova York e próxima secretária de Estado do país, Hillary Clinton.

A publicação anualmente divulga uma lista semelhante e também sua nomeação de "homem do ano", que em 2008 foi, com patente obviedade, para o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, de quem descreve que, em apenas dois anos, passou de um desconhecido para a metade do país àquele que domina sua cena pública.

A lista liderada Betancourt está formada por 17 personalidades, entre as quais além de Bush e Hillary Clinton, aparecem atores, políticos, esportistas e, surpreendentemente, os protagonistas dos últimos incidentes violentos no noroeste da África, como são os piratas somalis.

Desse grupo, situado no número 14 do ranking, a "Time" releva seus crimes cometidos como seqüestro, dizendo que "muitos eram pescadores antes de suas águas serem exploradas por estrangeiros".

De Betancourt, de 47 anos, seqüestrada durante seis anos pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e libertada em 2008, a "Time" repassa sua história de vida e assinala que "ainda está por ver se pode transformar sua própria fama em liberdade para os outros que são vítimas da disfuncional política da Colômbia".

Após Betancourt, Bush e Clinton estão situados, respectivamente, os atores Robert Downey e Tina Fey, o presidente do banco Lehman Brothers, Richard Fuld, o secretário de Defesa, Robert Gates, a ex-modelo e ativista de direitos humanos Somaly Man, o senador John McCain,e a autora de "Crepúsculo", Stepheny Meyer.

Eles são seguidos pelo presidente do Zimbábue, Robert Mugabe - cujo país que governa desde 1980 chegou a 231.000.000% de inflação -; o nadador Michael Phelps, o presidente da Geórgia, Mijhail Saakashvili; outra nadadora, Dara Torres, o geneticista Craig Venter e o religioso californiano Rick Warren, na última posição.

O semanário também publica hoje outra lista de 37 personagens queridos para a sociedade americana e que morreram este ano como William Buckley, George Carlin, Cyd Charisse, Bobby Fischer, Isaac Hayes, Jesse Helms, Edmund Hillary, Heath Ledger, Paul Newman, Tim Russert, Tony Snow e Aleksandr Solzhenitsin - escritor russo, autor de "O Arquipélago Gulag", sobre campos de concentração soviéticos -, entre outros.

Além disso, publica uma série de 47 fotos do ano, nas quais as primeiras pertencem à campanha eleitoral à Presidência de EUA, encabeçada por uma que mostra um Obama concentrado em um quarto vazio e repassando seu discurso durante a "super terça" eleitoral de fevereiro passado.

A segunda e a terceira fotografia escolhidas são do rival republicano do presidente eleito, o senador pelo Arizona, John McCain, e representam momentos de solidão e recolhimento durante a campanha à Casa Branca.

Outras fotografias escolhidas correspondem a uma visita do chefe do Pentágono, Robert Gates, ao Iraque, antes de ser entrevistado para uma televisão ou a das listas com os nomes dos estudantes de uma escola chinesa que sobreviveram ao terremoto ocorrido de maio.

As demais correspondem a diferentes momentos do ano como os Jogos Olímpicos, a invasão da Geórgia ela Rússia, os protestos de fevereiro em Belgrado contra a embaixada dos EUA, entre outras. EFE emm/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG