Betancourt fala em rádio francesa para reféns na Colômbia

PARIS (Reuters) - A franco-colombiana Ingrid Betancourt, ex-refém das Farc resgatada na quarta-feira após seis anos e meio em cativeiro dentro da selva colombiana, falou em Paris para os reféns que ainda se encontram nas mãos da guerrilha e falará novamente para eles na segunda-feira. Ela falou à rádio colombiana Caracol --que criou um programa destinado aos reféns, chamado Voces del secuestros (A Voz dos Sequestrados)-- para dizer para seus antigos companheiros que a liberdade chegará em breve.

Reuters |

Ele falará novamente na Radio France Internationale na segunda-feira. Esta rádio foi a que colocou sua transmissão em espanhol à disposição de Mélanie e Lorenzo, filhos de Ingrid Betancourt, que enviava recados para sua mãe toda segunda, quarta e sexta-feira às 5h10 (horário colombiano).

'Ingrid Betancourt escolheu a RFI para enviar uma mensagem de apoio para aqueles que continuam presos na selva colombiana', anunciou a rádio. Ela falará em espanhol e depois em francês.

A rádio é o único contato dos prisioneiros das Farc com o mundo exterior, confirmou Ingrid Betancourt após seu resgate.

Os reféns somam centenas, podendo chegar a milhares, segundo fontes. Alguns já estão presos a mais de 10 anos pelo movimento que se armou nos 1960.

Pressionado por Ingrid Betancourt, o presidente francês Nicolas Sarcozy assegurou na sexta-feira que a França fará o possível para libertar estes reféns e reiterou que seu país vai acolher os membros da guerrilha colombiana que escolherem deixar as Forças Armadas Revolucionárias da Colombia, uma proposta controversa.

(Reportagem de Thierry Lévêque)

REUTERS FG CP

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG