Betancourt é declarada presidente de honra de congresso de Partidos Verdes

Rio de Janeiro, 4 mai (EFE).- A franco-colombiana Ingrid Betancourt, seqüestrada pela guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) há seis anos, foi declarada hoje presidente de honra do congresso internacional dos Partidos Verdes, encerrado em São Paulo.

EFE |

A proposta partiu da delegada Catherine Greze, do Partido Verde francês, e foi aprovada por unanimidade no plenário do congresso, que reuniu cerca de 150 representantes de partidos ecologistas de 84 países.

"Ingrid se tornou uma personalidade da luta pela paz e pelo movimento verde internacional. Ela representa nossa indignação contra todo tipo de violência", explicou o presidente do Partido Verde brasileiro, José Luiz de França Penna, em declarações à Efe.

Betancourt, antiga candidata à Presidência da Colômbia, foi seqüestrada pelas (Farc) em fevereiro de 2002.

O congresso dos verdes, batizado como Global Green, começou na quarta-feira passada em São Paulo, e foi encerrado hoje. EFE mp/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG