Betancourt diz que vai se recuperar quando outros reféns estiverem livres

Bogotá, 2 jul (EFE).- A ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt, resgatada há um ano após quase sete anos em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), disse nesta quinta-feira que sua recuperação só será completa depois de seus outros companheiros retornarem à liberdade.

EFE |

"Nossa recuperação (espiritual, psicológica e física), ou pelo menos a minha, pessoal, só será completa quando os demais companheiros que continuam encadeados como estávamos nós há um ano forem libertados", disse, em uma entrevista ao telejornal "Caracol Noticias".

Betancourt afirmou ainda que agora, que está em liberdade, tem uma percepção diferente do tempo, pois quando esteve em poder das Farc "os dias eram eternos".

"Quando eu estava na selva, o dia era eterno. Os anos se passavam muito rápido e se acumulam anos de horror e de sequestro, e isso era angustiante", disse a ex-refém.

Betancourt foi resgatada em 2 de julho do ano passado junto com três americanos e 11 policiais e militares da Colômbia nas selvas do sul do país. EFE ocm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG