Betancourt diz que reeleição de Uribe foi forte golpe às Farc

Bogotá, 2 jul (EFE) - A ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt, resgatada hoje após seis anos em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), elogiou hoje a tarefa do presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, e disse que a reeleição do chefe de Estado, em 2006, foi um golpe contundente para a guerrilha. Betancourt, seqüestrada pelo grupo desde 2002, elogiou a política de segurança do governante e destacou que sua reeleição foi muito boa para a Colômbia, mas acrescentou que isso não quer dizer que comungue com tudo o que (Uribe) diz. Uribe foi muito bom presidente, fez uma tarefa que tinha que fazer na Colômbia, disse a dirigente política franco-colombiana, libertada hoje pelo Exército junto a outros 14 seqüestrados, entre eles três americanos. Neste momento quero me sentir um soldado mais da Colômbia a serviço da paz. Essa é minha maior felicidade, ressaltou Betancourt, que destacou os golpes infligidos às Farc pelas autoridades militares.

EFE |

EFE gta/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG