Betancourt diz que acolhida da França a ex-membro das Farc ajudará os reféns

A ex-refém das Farc Ingrid Betancourt afirmou que a decisão da França de receber o guerrilheiro arrependido Wilson Bueno Isaza, a quem acompanhou em sua viagem a Paris nesta quarta-feira, ajudará outras libertações de reféns dos rebeldes na Colômbia.

AFP |

"O importante é que o governo francês, o governo colombiano e o presidente colombiano (Alvaro) Uribe tenham cumprido sua palavra", afirmou Betancourt, para quem a acolhida de Bueno pela França "ajudará a libertar outros reféns das Farc".

Bueno Largo chegou a Paris acompanhado, além de Betancourt, por sua companheira, a ex-guerrilheira Isabel Bañolla.

A viagem de 'Isaza' foi possível depois de resolvida sua questão judicial na Colômbia.

Ao desertar em outubro, Bueno ajudou o ex-congressista Oscar Lizcano a fugir de seu cativeiro, onde viveu por oito anos em poder das Farc.

sj/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG