Bruxelas, 4 set (EFE).- A ex-refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) Ingrid Betancourt discursará no próximo dia 8 de outubro em uma sessão solene do Parlamento Europeu (PE) em Bruxelas, anunciou hoje a Eurocâmara.

A ex-candidata à Presidência da Colômbia aceitou o convite feito pelo presidente do PE, Hans-Gert Pöttering, após a libertação dela no último dia 2 de julho.

Em comunicado, Pöttering afirmou se sentir "entusiasmado com a notícia" da visita.

"Estamos orgulhosos de sua coragem e felizes que a Eurocâmara tenha a oportunidade de cumprimentá-la", declarou.

Na visita ao PE, Betancourt pronunciará um discurso diante do plenário e abordará com os eurodeputados fórmulas para a libertação de todos os prisioneiros das Farc.

A ex-candidata presidencial, que passou mais de seis anos seqüestrada pela guerrilha, foi libertada em 2 de julho junto com outros 14 reféns em uma operação do Exército colombiano.

Betancourt recebeu em várias ocasiões mensagens de apoio e de solidariedade do PE, que, além disso, a nomeou para o Prêmio Sakharov, que a Eurocâmara concede todos os anos aos defensores dos direitos humanos, das minorias ou da democracia.

Juntamente com ela concorrem ao prêmio outras sete personalidades, entre elas o dalai lama, o líder da oposição democrática no Zimbábue, Morgan Tsvangirai, e o opositor bielo-russo Aleksandr Kozulin.

Os três finalistas do prêmio serão conhecidos no próximo dia 22, enquanto o ganhador será eleito pela conferência de presidentes da Eurocâmara em meados de outubro.

Entre os premiados em edições anteriores estão Nelson Mandela (1988), a dissidente birmanesa Aung San Suu Kyi (1990), as Mães da Praça de Maio (1992), o grupo contra o terrorismo da ETA Basta Já! (2000) e a organização cubana Damas de Blanco (2005). EFE mvs/fh/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.