Betancourt chega à Colômbia para promover libertação de reféns das Farc

Bogotá - A ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt, refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) resgatada em julho em uma operação militar, chegou hoje a Bogotá.

EFE |

Esta é a primeira escala de uma viagem latino-americana para promover uma fundação em favor dos seqüestrados pela guerrilha na Colômbia.

A viagem é a primeira que a ex-refém faz ao país desde que foi resgatada com três americanos e 11 militares e policiais colombianos em uma ação militar.

Betancourt chegou procedente de Paris, a bordo de uma aeronave da Air France que aterrissou no aeroporto "Eldorado", de Bogotá, por volta de 16h (19h de Brasília).

Uma fonte da embaixada da França na Colômbia disse à Agência Efe que a única atividade em Bogotá que conhece da ex-refém é uma entrevista coletiva que ela deve conceder hoje à noite.

Em Paris, o presidente da Federação de Comitês de Apoio a Ingrid Betancourt, Olivier Roubi, disse à Efe que a ex-refém viajou à Colômbia para uma visita à região.

Betancourt prometeu trabalhar pelos 28 seqüestrados passíveis de troca que seguem em poder das Farc, entre civis, militares e policiais, alguns deles com quase 11 anos em cativeiro.

A franco-colombiana e os outros 14 reféns foram resgatados em 2 de julho na "Operação Xeque", lançada pelas Forças Militares colombianas no departamento de Guaviare (leste).

Leia mais sobre: Ingrid Betancourt

    Leia tudo sobre: ingrid betancourt

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG