Betancourt chega a Buenos Aires para encontrar presidente da Argentina

Buenos Aires, 2 dez (EFE).- A ex-candidata à Presidência colombiana Ingrid Betancourt chegou hoje a Buenos Aires para se reunir com a presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, em uma viagem regional para agradecer o apoio às negociações por sua libertação após permanecer seis anos seqüestrada pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

"Estou muito feliz de estar aqui", disse a ex-candidata presidencial da Colômbia a jornalistas ao chegar ao aeroporto de Ezeiza, aos arredores da capital da Argentina, em um vôo procedente do Equador.

Além disso, a ex-refém das Farc agradeceu "ao povo da Argentina sua solidariedade, carinho e suas orações".

A franco-colombiana Betancourt será recebida hoje à tarde pela presidente na Casa Rosada, sede do Governo argentino, e dará uma entrevista coletiva na sede da embaixada da França em Buenos Aires.

Ele destacou o "enorme esforço" por sua libertação d o ex-presidente da Argentina Néstor Kirchner (2003-2007), segundo ela, "amplamente seguido" por sua esposa e atual governante.

No final de 2007, pouco antes de deixar a Casa Rosada, Nestor Kirchner liderou uma fracassada missão diplomática coordenada pela Cruz Vermelha Internacional para resgatar Betancourt e a outros seqüestrados pela guerrilha colombiana.

Betancourt acabou sendo libertada, no entanto, não por negociações com as Farc, mas por uma ação de inteligência militar com infiltração disfarçada de agentes colombianos na guerrilha.

A ex-refém reuniu-se na segunda-feira em Quito com o presidente do Equador, Rafael Correa, dentro de uma viagem que além disso inclui Peru, Chile, Argentina, Brasil, Bolívia e Venezuela. EFE hd/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG