Bernardinho evita falar sobre futuro após derrota em Pequim

Redação Central, 24 ago (EFE).- O técnico Bernardinho evitou falar hoje sobre seu futuro na seleção brasileira masculina de vôlei após a derrota na final dos Jogos Olímpicos de Pequim para os Estados Unidos.

EFE |

"É difícil falar neste momento. Se eu puder contribuir com a continuidade, eu fico. No momento, não há posição sobre isso. O triste é perder o convívio com os atletas que vão sair. Éramos uma família", declarou o treinador.

Bernardinho, que sai da capital chinesa com a medalha de prata por ter perdido a disputa pelo ouro para os americanos por 3 sets a 1 neste domingo (local), comentou ainda que "se for para alguém chegar para melhorar e continuar o processo", sai e abre "espaço para outro profissional capacitado".

Sobre o duelo contra os EUA, o treinador brasileiro criticou o fraco desempenho dos contra-ataques e dos saques de sua equipe.

"Nosso contra-ataque não entrou direito e nosso saque não funcionou. O jogo foi equilibrado, mas, no quarto set, tivemos vantagem e não conseguimos aproveitá-la, avaliou.

"Algumas peças hoje estiveram abaixo do esperado, mas isso é normal. Não é uma derrota no sentido de fracasso, mas é uma derrota marcante. O futuro começa agora", concluiu Bernardinho, também em entrevista publicada no site do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

EFE fr/rd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG