Berlusconi tira dois pontos de Veltroni na Itália, dizem pesquisas

Roma, 14 abr (EFE).- A coalizão conservadora liderada por Silvio Berlusconi tirou dois pontos do grupo de centro-esquerda de Walter Veltroni, segundo as primeiras pesquisas de boca-de-urna da empresa Consortium para as televisões RAI e Sky.

EFE |

A coalizão conservadora é formada pelo Povo da Liberdade (PDL), Liga Norte e Movimento pela Autonomia (MPA).

A de centro-esquerda é composta pelo Partido Democrata (PD), de Walter Veltroni, e o Itália dos Valores (IDV), do ex-juiz anticorrupção Antonio Di Pietro.

Segundo as pesquisas para a "RAI", os conservadores obterão na Câmara dos Deputados entre 40% e 44% e, segundo a "Sky", o 42%.

A coalizão de centro-esquerda recebeu entre 38% e 42% dos votos, segundo a "RAI", e 40%, segundo a "Sky".

A União de Centro (UC) conseguirá entre 4% e 6%; a Esquerda-Arco-Íris, entre 4% e 6%; A Direita, entre 2% e 4%; e o Partido Socialista, 1%, todos segundo a "RAI".

No Senado, os conservadores conseguirão entre 40,5% e 44,5%, segundo a "RAI", e 42,5%, segundo a "Sky".

A coalizão entre o PD e o IDV fica com entre 37,5% e 41,5%, segundo a "RAI", e 39,5%, segundo a "Sky". A UC obteve entre 4,5% e 6,5%; a Esquerda-Arco-Íris, entre 4% e 6%; e A Direita, 1%, segundo a "RAI".

Segundo essas pesquisas, o partido mais votado será o PD, com entre 33% e 37% dos votos, seguido do PDL de Berlusconi.

Em comparação às eleições de 2006, a Liga Norte cresce (7%), assim como o Itália dos Valores (5%).

À espera de saber resultados da apuração de votos, os partidos políticos se mostraram cautelosos, mas ressaltam, como disse o ministro das Comunicações italiano, Paolo Gentiloni, uma maior bipolarização da vida política. EFE JL/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG