Imprensa italiana diz que a prostituta Iris Berardi frequentou festas na casa do premiê; jornal britânico diz que ela é brasileira

Uma segunda menor de idade teria participado de festas na casa do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, de acordo com documentos enviados pela promotoria italiana ao Parlamento, aos quais a imprensa italiana teria tido acesso.

Vídeo divulgado pela TV do jornal italiano La Repubblica mostra ensaio de Iris Berardi
Reprodução
Vídeo divulgado pela TV do jornal italiano La Repubblica mostra ensaio de Iris Berardi
De acordo com a agência Ansa, a jovem Iris Berardi, hoje com 19 anos, tinha 17 em 2009, quando visitou duas das residências de Berlusconi. Segundo o jornal britânico "The Telegraph", Iris é prostituta e nasceu no Brasil, em dezembro de 1991. Ela teria sido candidata ao título de "Miss Itália".

O jornal italiano "Reppublica" afirmou que a promotoria registrou cerca de 30 ligações feitas do celular de Iris à residência de Berlusconi em Arcore, próximo a Milão, e em Porto Rotondo, na Sardenha.

Além disso, a polícia teria encontrado o telefone do premiê na agenda da jovem, assim como 40 mil euros em dinheiro e várias joias. Iris chamaria Berlusconi de "papa".

A promotoria de Milão já investigava o suposto envolvimento de Berlusconi com outra menor de idade, Ruby. A investigação busca determinar se o premiê teve relações sexuais com a jovem dançarina e se utilizou o cargo para libertar a jovem, presa por um suposto roubo.

Na segunda-feira, a promotoria entregou ao Parlamento um relatório de 389 páginas sobre o chamado "Rubygate". Nesta quarta-feira, um documento com mais 227 páginas também foi entregue.

Berlusconi nega as acusações e diz que elas têm motivações políticas. O escândalo afeta a imagem do premiê: pesquisa do jornal "Corriere della Sera" indicou que quase metade dos italianos acredita que ele deve renunciar ao cargo.

Com AFP e EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.