Berlusconi tem noite tranquila e deve ter alta nesta quinta-feira

ROMA - O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, passou uma noite tranquila no hospital San Raffaele, de Milão, onde se encontra internado após a agressão que sofreu no domingo passado, e as dores diminuíram, por isso hoje, muito provavelmente, vai receber alta.

EFE |

A informação foi confirmada pelo subsecretário da presidência do governo, Paolo Bonaiuti, que acrescentou que o primeiro-ministro se levantou cedo nesta quinta-feira.

AFP

Berlusconi é amparado por seguranças após ser agredido na Itália

As fortes dores que Berlusconi ainda sofria ontem e sua dificuldade para alimentar-se tinham levado o chefe do departamento no qual se encontra o primeiro-ministro, Alberto Zangrillo, a prolongar sua permanência por mais 24 horas no hospital.

Berlusconi ficou ferido no domingo passado após um comício na Praça do Duomo (Catedral) de Milão, quando um homem com problemas mentais lhe atingiu com uma miniatura da própria igreja.

Os golpes atingiram o rosto do primeiro-ministro, causando fraturas no nariz e em dois dentes, e um profundo corte no lábio, que foi fechado com vários pontos.

Após deixar o hospital, Berlusconi vai para sua residência, nos arredores de Milão, e, por recomendações médicas, deve ficar afastado de qualquer atividade laboral por pelo menos durante 25 dias.

Todas as atividades previstas na agenda do primeiro-ministro foram anuladas, como a entrevista coletiva de fim de ano, assim como a visita que faria à cidade de L'Aquila, onde ia a reunir-se no dia 25 de dezembro com desabrigados vítimas do terremoto de abril.

    Leia tudo sobre: ataqueberlusconiitália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG