Berlusconi realiza primeiro Conselho de Ministros

Roma, 8 mai (EFE) - O novo Governo italiano realizou hoje seu primeiro conselho de ministros, no qual nomeou Gianni Letta como subsecretário da Presidência, alocou aos ministros sem pasta suas competências e designou o eurodeputado Antonio Tajani para comissário europeu, em substituição a Franco Frattini. A informação consta do primeiro comunicado do 4º Executivo de Silvio Berlusconi, que se reuniu no Palácio Chigi, sede do Governo, após realizar com o ex-primeiro-ministro Romano Prodi a tradicional transferência de poderes. Berlusconi chegou ao Palácio Chigi após prestar juramento perante o chefe de Estado, Giorgio Napolitano, e, após passar em revista as tropas que lhe homenagearam, entrou, acompanhado por Prodi, no escritório presidencial. Prodi, como é tradição, entregou a Berlusconi a campainha do Conselho de Ministros e eles mantiveram um encontro privado. O ex-líder da centro-esquerda aconselhou o novo chefe de Governo a prosseguir pelo caminho do saneamento da economia e da luta contra a evasão fiscal.

EFE |

Após o juramento de hoje, o próximo passo de Berlusconi é a apresentação perante o Parlamento para pedir o voto de confiança, que se dá por certo, já que os conservadores têm maioria absoluta tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado.

O novo primeiro-ministro se apresentará perante a Câmara dos Deputados na terça-feira e, no dia seguinte, será emitido o voto de.

Imediatamente depois ele se apresentará perante o Senado, que votará a confiança na quinta-feira.

Com plenos poderes, Berlusconi anunciou que o primeiro conselho de ministros será realizado em Nápoles, como prometeu durante a campanha eleitoral para simbolizar o apoio do Executivo à região de Campânia para acabar com a crise dos lixos, dos quais restam 30 mil toneladas jogadas pelas ruas.

O quarto Executivo de Berlusconi é formado por 21 ministros, sendo quatro mulheres. EFE jl/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG