Roma, 23 abr (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, quer realizar a Cúpula de chefes de Estado e de Governo do Grupo dos Oito (G8, que reúne os sete países mais industrializados do mundo e a Rússia), que acontecerá em julho, na cidade de LAquila, uma das mais castigadas pelo terremoto de 6 de abril.

Segundo a edição digital do diário italiano "Corriere della Sera", que filtrou informações do Conselho de Ministros extraordinário realizado esta manhã em L'Aquila, Berlusconi afirmou que "seria justo" transferir a cúpula para a capital de Abruzzos, devastada pelo terremoto que deixou 295 mortos.

"O primeiro-ministro, de acordo com fontes governamentais, justificou esta possibilidade com o fato de que deste modo se economizaria dinheiro e recursos que poderiam ser utilizados para a reconstrução da região", explica o "Corriere della Sera".

Segundo o diário, se for realizada em L'Aquila, a cúpula do G8, que deve acontecer entre 8 e 10 de julho, colocaria Abruzzos no centro da atenção internacional. EFE mcs/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.