Tamanho do texto

O chefe de governo italiano, Silvio Berlusconi, afirmou nesta sexta-feira que é preciso verdadeiramente fazer parar esta fábrica de mentira, de extremismo e de ódio, ao comentar a agressão sofrida pelo Papa Bento XVI. Berlusconi falou sobre o assunto em entrevista concedida por telefone ao canal de televisão TG1.

cj-mle/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.