Berlusconi nega relação com menor de idade

O chefe de Governo italiano, Silvio Berlusconi, desmentiu nesta quinta-feira ter tido relações picantes com uma adolescente, em meio ao escândalo provocado por sua controversa amizade com a jovem Noemí Letizia.

AFP |

"Alguém quer me fazer alguma pergunta sobre menores? Eu respondo à única que têm direito a me fazer: Presidente, o senhor tem relações, digamos, picantes, com uma menor?' A resposta é não, absolutamente não", declarou Berlusconi à imprensa, no início do Conselho de ministros.

Berlusconi respondeu desta forma a quase 10 perguntas que o jornal La Repubblica publica todos os dias para que esclareça à opinião pública o tipo de relação que mantém com a jovem napolitana.

A relação com a menina, que o chama de "papi" e o convidou para sua festa de 18 anos há um mês, provocou a ira da esposa de Berlusconi, Veronica Lario. Ela pediu divórcio após insinuar que o marido tinha relações com menores de idade.

"Se fosse verdade, eu teria renunciado imediatamente", afirmou Berlusconi, jurando dizer a verdade por seus filhos.

A imprensa e a oposição de esquerda exigem que Berlusconi, de 72 anos, com fama de mulherengo, esclareça a situação.

A pressão aumentou depois que, sábado passado, o ex-namorado de Noemí desmentiu a versão oficial sobre a relação, dada pelo próprio Berlusconi.

Segundo o jovem, o líder político ligou para o celular da adolescente porque estava impressionado com seu "rostinho de anjo" e a "pureza" de sua beleza na foto de um "book" que ela fez para entrar "para o mundo do espetáculo".

O ex-namorado contou que ela foi convidada para festas oficiais e para o jantar de Ano Novo oferecido na casa do primeiro-ministro na Sardenha.

Berlusconi nega todas as acusações e garante que se trata de um complô antes das eleições europeias de 7 de junho e que Noemí é apenas a filha de amigos.

kv/lm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG