encontro picante com jovem de 18 anos - Mundo - iG" /

Berlusconi nega encontro picante com jovem de 18 anos

ROMA - O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, usou a ironia para responder à polêmica levantada por fotos nas quais aparece com a jovem Noemi Letizia, de 18 anos. O premiê disse que não pôde ter um encontro picante com ela porque havia muita gente, pessoas tirando fotos e os pais e amigos dela estavam presentes.

EFE |

AP
Berlusconi dá entrevista em programa de TV
Berlusconi dá entrevista na TV
Berlusconi fez as declarações ao programa "Porta a Porta", que será exibido, na noite desta terça-feira, no canal da televisão pública italiana "RAI1".

O comparecimento do premiê ao aniversário de Noemi Letizia foi "a gota d'água", afirmou a esposa de Berlusconi, Veronica Lario, de 53 anos, que entrou com o pedido de divórcio.

O primeiro-ministro explicou que, naquele dia, foi chamado pelo pai da jovem, que, segundo o chefe do governo italiano, desejava conversar com ele.

"Cheguei com oito carros, entre polícia e escolta, e, ao entrar, em seguida, começaram a me aplaudir. Frente a todas as pessoas, não pude fazer campanha eleitoral, e então comecei a tirar fotos com quem estava lá, desde os parentes até os donos do restaurante", afirmou.

Berlusconi perguntou "como pode ser possível pensar que isso foi um encontro picante, se houve tantas fotos nesse momento e sobretudo em um lugar no qual estavam os parentes, amigos e pais da menina".

As fotos tiradas serão publicadas nesta quarta-feira pela revista "Chi", da editora Mondadori, e da qual Berlusconi é o acionista majoritário.

Alguns veículos de comunicação afirmam que, nesta festa, o premiê teria dado de presente à jovem - que, segundo fontes, chamava Berlusconi de "papi" - um colar com um brilhante, e ela entregou ao chefe de governo seu book.

Sobre Verónica Lario, Berlusconi comentou: "gosto muito da minha mulher, e não quero falar mais de minha relação com ela". "Continuo pensando que as coisas da minha esposa devem ficar em privado, e que (o pedido de divórcio) foi provocado por duas situações absolutamente falsas, contrárias à verdade".


Leia mais sobre Berlusconi

    Leia tudo sobre: berlusconi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG