O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, negou neste domingo ter a intenção de vender sua suntuosa mansão da Sardenha, cenário das festas com jovens mulheres que han aparecido en la prensa y provocado un escándalo.

"Não vendo a Vila Certosa", declarou Berlusconi, ao ser questionado pelos jornalistas depois de votar em Milão no segundo turno das eleições locais e em um referendo.

Vários jornais afirmam neste domingo que 'Il Cavaliere' pensava em vender a propriedade, depois da publicação de fotografias de uma de suas festas organizadas na mansão e em um iate com várias jovens.

De acordo com o jornal La Repubblica, a mansão tem preço avaliado em quase 200 milhões de euros.

A publicação das fotografias de uma destas festas foi proibida pela justiça na Itália, mas algumas delas, como uma em que se vê duas mulheres de topless tomando sol e outra com um homem totalmente nu, foram publicadas pelo jornal espanhol El País.

A imagem do iate aparece na capa da revista L'Espresso, sob o título "O verão na casa de papi", em referência ao modo como o premier é chamado por Noemi, uma jovem de 18 anos sob a qual pesa a suspeita de ter um relacionamento com Berlusconi, o queo chefe de Governo nega formalmente.

Um novo escândalo explodiu na semana passada com as declarações de várias jovens de que teriam recebido dinheiro de um empresário de Bari para comparecer às festas nas dcasas do 'Cavaliere', em Roma ou na Sardenha.

fmi/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.