Berlusconi evolui bem dos ferimentos causados pela agressão

Roma, 2 jan (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, passou hoje por uma nova avaliação médica no hospital de San Raffaele, em Milão, que confirmou a evolução favorável dos ferimentos causados pela agressão de 13 de dezembro.

EFE |

Conforme o chefe do departamento de Reanimação e Tratamento Intensivo, Alberto Zangrillo, explicou a imprensa que a consulta de Berlusconi era para controlar a fratura do nariz e que os resultados de suas análises são "satisfatórios".

Em 13 de dezembro, Berlusconi foi agredido por estatueta supostamente por um homem identificado como Massimo Tartaglia, que há dez anos está sob tratamento psiquiátrico.

Após sua ida ao centro hospitalar, que durou quase duas horas, Berlusconi voltou para a residência, na localidade de Arcore, onde permaneceu durante sua convalescença.

Berlusconi fez sua primeira aparição pública após o ataque em 31 de dezembro em um centro comercial da província de Monza, próximo da sua residência, e ainda eram visíveis os sinais da agressão, uma gaze cobria parte da bochecha esquerda.

Pelo cronograma, está previsto que o primeiro-ministro da Itália retome suas atividades em 7 de janeiro, e espera-se que em meados deste mês participe dos atos convocados por causa do 10º aniversário da morte do ex-chefe do Executivo italiano Bettino Craxi. EFE ebp/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG