Berlusconi diz ter pedido a Obama que evite nova Guerra Fria

Roma, 11 nov (EFE).- O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, disse hoje que sugeriu a Barack Obama que mantenha uma boa relação com a Rússia para evitar uma nova Guerra Fria, segundo contou em coletiva de imprensa dada no mesmo dia em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva visita a Itália.

EFE |

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, "está em uma situação difícil e como se apresentou como uma solução para todos os problemas, agora todos recaem sobre ele", disse o premier italiano.

Berlusconi, após sua reunião com Lula, falou bastante sobre as futuras responsabilidades do novo presidente dos EUA.

"Obama me disse que se reunirá o mais rapidamente possível com Medvedev", presidente da Rússia, disse Berlusconi.

Segundo ele, é necessário evitar que existam "dois arsenais atômicos", um por parte dos EUA e outro da Rússia.

Por isso, de acordo com o que Berlusconi sugeriu a Obama, é preciso manter boas relações com a Rússia, porque se deve evitar uma nova Guerra Fria já que "ninguém sente essa necessidade".

Berlusconi, que chamou há poucos dias o futuro presidente americano de "jovem, bonito e bronzeado", disse hoje que Obama conta com seu apoio.

O primeiro-ministro da Itália ressaltou que, além dos problemas de caráter interno, Obama encontrará diversos assuntos sobre a mesa, "desde o Líbano ao Afeganistão e desde Iraque ao Oriente Médio". EFE cps/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG