Berlusconi diz que não deve desculpas a ninguém, nem mesmo a sua família

O chefe do governo italiano, Silvio Berlusconi, envolvido há vários meses em um escândalo sexual que levou sua esposa a pedir o divórcio, afirmou nesta sexta que não deve desculpas a ninguém e nem mesmo a sua própria família.

AFP |

Indagado numa coletiva de imprensa em Roma sobre as críticas a sua vida dissipada feitas por parte de sua filha Bárbara, o multimilionário e chefe de governo se defendeu com firmeza.

"Minha filha gosta muito de mim e o que disse (na entrevista a Vanity Fair) foi tirado de contexto, não foram críticas. De qualquer maneira, não tenho nada a esconder, não posso ser chantageado. Além disso, seu pai não deve desculpas a ninguém nem mesmo a sua própria família".

Sobre as revelações de seus encontros com uma prostituta de luxo depois da publicação de supostas conversas telefônicas íntimas na revista L'Espresso, Berlusconi negou tudo.

"Não existem tais chamadas, nem interceptações. São notícias absurdas. Algo vergonhoso. Quem divulga notícias assim devia se cobrir de vergonha", afirmou.

Para Berlusconi se trata de uma campanha caluniosa que só visa prejudicá-lo.

kv/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG