Berlusconi diz que juízes e imprensa não derrubarão seu Governo

Roma, 19 jun (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, assegurou hoje que seu Governo não cairá pelas tramas judiciais, nem pelos ataques midiáticos, aos quais atribui manobras e campanhas para acabar com sua carreira política.

EFE |

O cenário destas declarações são os escândalos envolvendo o nome de Berlusconi ocorridos nas últimas semanas. No último deles, o primeiro-ministro teria pagado jovens mulheres para comparecer a suas festas.

O chefe do Governo italiano deu tais opiniões em discurso durante um evento de seu partido, o Povo da Liberdade (PDL).

Fiel a seu estilo, Berlusconi se dirigiu aos presentes e disse: "Somos maioria em um país democrático, e a maioria governa. Me dão pena. São, como sempre, pobres comunistas".

Além disso, o primeiro-ministro falou sobre a manifestação ocorrida em Roma no último dia 16, na qual mil afetados pelo terremoto que devastou a região central da Itália em abril exigiram mais garantias para a reconstrução de suas casas e cidades.

"Organizaram uma manifestação do nada, mandando gente que não tinha nada o que pedir e usaram das esperanças, do medo e dos mortos", disse Berlusconi. EFE ebp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG