Berlusconi diz que Itália tem verba para vítimas de terremoto

Roma, 18 abr (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, afirmou hoje que o Governo tem dinheiro e que não será preciso aumentar os impostos para prestar ajuda à região de Abruzzo, destruída por um forte terremoto no último dia 6.

EFE |

"Encontramos um modo de renunciar a algumas despesas, de limitar o desperdício. Achamos que, na próxima semana, faremos a reunião dos ministros na cidade de L'Aquila. E temos verba. Temos certeza de que o dinheiro necessário existe e de que não serão criados novos impostos para a população", disse Berlusconi durante sua sétima visita às áreas afetadas pelo tremor.

"Visto que a filosofia do Governo é a de diminuir e não aumentar os impostos, eu decidi não criar um novo imposto para a reconstrução" das regiões destruídas pelo terremoto, acrescentou.

Neste sábado, o premiê visitou um dos acampamentos montados em L'Aquila, a capital de Abruzzo, onde os sobreviventes da tragédia tentavam retomar parte da normalidade com a celebração do primeiro casamento após o tremor.

Segundo Berlusconi, dentro de poucos dias o Executivo italiano terá pronto um plano de medidas para ajudar a população, já que há dinheiro para isso.

O premiê disse que, ontem, se reuniu com um grupo de arquitetos para estudar as medidas urbanísticas a serem adotadas, que, destacou, "estarão em sintonia com o meio ambiente", já que "monstruosidades" não podem ser permitidas numa região "tão bonita".

EFE mcs/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG