Berlusconi deve trocar de hotel para cúpula da Otan

Berlim, 24 mar (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, e toda a sua delegação deverão, por motivos de segurança, procurar um novo hotel para a cúpula da Otan que acontecerá em abril nas cidades alemãs de Baden-Baden e Kehl, e na francesa Estrasburgo.

EFE |

Berlusconi se hospedaria no luxuoso hotel Bühlerhöhe, em Baden-Baden, mas a Inteligência alemã o aconselhou a procurar outro lugar para ficar, disse hoje a imprensa local.

O diretor do hotel, Heinz Imhof, lamentou a decisão das autoridades alemãs, em função do "tempo e dinheiro" investidos pelo Bühlerhöhe para receber a delegação italiana, formada por aproximadamente 70 pessoas.

Segundo o Ministério do Interior do estado federado de Baden-Württemberg, das 26 delegações nacionais que comparecerão à cúpula da Otan, nos dias 3 e 4 de abril, ficarão em Baden-Baden as de Itália, Bulgária, República Tcheca, Estônia, Hungria, Holanda, Lituânia, Polônia, Eslovênia, Turquia, Romênia e Croácia.

A delegação dos Estados Unidos, liderada pelo presidente Barack Obama, ficará em Estrasburgo, assim como as comitivas de Bélgica, Canadá, Dinamarca, Espanha, Grécia, Islândia, Letônia, Luxemburgo, Noruega, Portugal, Eslováquia e Inglaterra.

Apenas para as forças de segurança alemãs foram reservadas 14 mil camas, em 300 hotéis da região de Baden-Baden e Kehl.

A Polícia alemã acredita que comparecerão à região durante a cúpula da Otan até três mil manifestantes dispostos a cometer atos violentos.

O encontro servirá para comemorar os 60 anos de fundação da Aliança, em uma cúpula organizada conjuntamente por França e Alemanha. EFE nvm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG