Silvio Berlusconi, que prestará juramento quinta-feira como chefe do governo italiano, anunciou na noite desta quarta-feira a composição de sua equipe, com Giulio Tremonti no ministério da Economia e o comissário europeu para a Justiça Franco Frattini no ministério das Relações Exteriores.

Tanto Frattini quando Tremonti já haviam exercido esses cargos durante os mandatos precedentes de Berlusconi.

Umberto Bossi, líder da Liga do Norte, um partido anti-europeu e antiimigrantes, foi nomeado ministro das Reformas.

Formado por 12 ministros com pasta, o novo governo deve prestar juramento na quinta-feira.

Em virtude de uma nova lei aprovada no fim de 2007, o número de ministros foi reduzido. A equipe de governo contará com quatro mulheres.

Nunca a formação de um governo tinha sido anunciada tão rapidamente na Itália.

Berlusconi, eleito chefe de governo pela terceira vez, terá duas grandes prioridades em seu início de mandato: o caso da companhia aérea Alitalia, à beira da falência, e o problema do lixo em Nápoles.

Confira a lista dos ministros com pasta do governo italiano:

Franco Frattini: ministro das Relações Exteriores

Giulio Tremonti: ministro da Economia

Roberto Maroni: ministro do Interior

Angelino Alfano: ministro da Justiça

Ignazio La Russa: ministro da Defesa

Claudio Scajola: ministro da Indústria

Maurizio Sacconi: ministro dos Assuntos Sociais

Luca Zaia: ministro da Agricultura

Stefania Prestigiacomo: ministra do Meio Ambiente

Altero Matteoli: ministro das Infra-estruturas et dos Transportes

Maria Stella Gelmini: ministra da Instrução, das Universidades e da Pesquisa Científica

Sandro Bondi: ministro da Cultura

Ministros sem pasta:

Umberto Bossi: ministro das Reformas federais

Renato Brunetta: ministro da Função Pública

Elio Vito: ministro das Relações com o Parlamento

Roberto Calderoli: ministro da Simplificação Legislativa

Raffaele Fitto: ministro dos Assuntos Regionais

Andrea Ronchi: ministro dos Assuntos Europeus

Mara Carfagna: ministra da Paridade

Gianfranco Rotondi: ministro da Aplicação do Programa Eleitoral

Giorgia Meloni: ministra da Juventude

Gianni Letta: subsecretário à presidência do Conselho

fmi/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.