Berlusconi critica grupo editorial que anunciou ações legais contra ele

ROMA - O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, disse que o grupo editorial italiano LEspresso não tem vergonha, depois da divulgação de ações legais contra ele, feita nesta quarta-feira, em Roma.

EFE |

O grupo editorial é proprietário do jornal "La Repubblica".

O primeiro-ministro afirmou que não pode "fazer outra coisa que não reafirmar o que eu já disse: quem dá publicidade aos veículos que, de tanto falar de crise se transformam em seu causador, é masoquista".

O grupo editorial italiano "L'Espresso" decidiu aplicar ações legais contra Berlusconi, por declarações feitas pelo premiê acusando o "La Repubblica" de um "projeto subversivo" para derrubá-lo.

O grupo fez este anúncio em um comunicado de imprensa divulgado nesta quarta, em Roma, no qual explica que os responsáveis do editorial contrataram dois advogados para que apliquem todas as ações legais possíveis, tanto civis, quanto penais.

O "L'Espresso" se refere às afirmações feitas por Berlusconi no dia 13 de junho, durante um encontro com jovens empresários na cidade de Santa Margherita Ligure, no noroeste da Itália, no qual afirmou que os escândalos divulgados sobre ele e que chamaram a atenção da mídia fazem parte de um "projeto subversivo" para derrubá-lo.



Leia mais sobre Berlusconi

    Leia tudo sobre: berlusconiitáliaprimeiro-ministro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG