Berlusconi conclui decreto para impedir morte de mulher em coma

MILÃO - O governo italiano preparou o esboço de um decreto para impedir que seja suspensa a nutrição e a hidratação artificial de Eluana Englaro, como deseja a família dessa mulher em coma há 17 anos. Ainda não está decidido, porém, se o decreto será apresentado ao Conselho de Ministros na reunião de sexta-feira, segundo uma fonte do Palácio Chigi, onde despacha o primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

Reuters |

"O esboço está preparado", disse a fonte. Para ser enviado ao Conselho, o decreto deverá receber a aprovação do presidente da República, Giorgio Napolitano.

Paralelamente, a promotoria de Udine (norte) anunciou uma investigação sobre a situação da mulher, internada há alguns dias em uma clínica dessa cidade, a única em todo o país que aceitou recebê-la para desligar o tubo que a alimenta, conforme autorização judicial.

O governo italiano e a Igreja se manifestaram contra a possibilidade de que deixem Englaro morrer, e o caso divide profundamente a opinião pública. O pai dela, Beppino Englaro, disse que, antes de sofrer o acidente que a deixou em estado vegetativo, em 1992, sua filha manifestara a vontade de morrer em lugar de ficar nessa situação.

Na quarta-feira, Berlusconi afirmou que o governo buscava uma forma de intervir no caso, hipótese depois rejeitada pela ministra do Meio Ambiente, Stefania Prestigiacomo, que disse à edição de quinta-feira do Corriere della Será: "Não acho que o governo deve intervir".

Na terça-feira, a mulher foi transferida de ambulância da clínica Lecco, onde passou vários anos, para a clínica La Quiete, de Udine, cuja idoneidade foi posta em dúvida na quarta-feira pelo ministro da Saúde, Maurizio Sacconi.

Em meados de janeiro, outra clínica de Udine rejeitou a paciente depois que Sacconi ameaçou realizar o procedimento, equiparado pela Igreja a uma forma de eutanásia, prática proibida na Itália.

Leia mais sobre eutanásia

    Leia tudo sobre: itália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG