lixo - Mundo - iG" /

Berlusconi chama acusações da imprensa italiana de lixo

O chefe do governo italiano, Silvio Berlusconi, denunciou, nesta sexta-feira, as acusações sobre sua moralidade publicadas pela imprensa italiana, as quais qualificou de besteiras e lixo, após uma reunião em Bruxelas.

Redação com agências internacionais |


"Eu me recuso a responder a estas perguntas", irritou-se Berlusconi durante uma entrevista coletiva concedida após uma cúpula europeia.

"Estas acusações não passam de mentiras e lixo", afirmou.

Berlusconi se recusou a responder aos pedidos de explicações solicitados pela Conferência dos Bispos da Itália (CEI), nesta sexta.

A imprensa italiana multiplicou nas últimas semanas as revelações sobre a moralidade do chefe de governo. Publicações divulgaram suas supostas relações com uma jovem menor de idade e festas com jovens acompanhantes remuneradas nas luxuosas mansões do premiê.

"É necessário chegar o mais rápido possível a um esclarecimento sobre o conjunto das questões que não vêm apenas dos adversários políticos (de Berlusconi), mas também de parte da opinião pública", afirmou a CEI. A declaração acontece um dia após as revelações da imprensa italiana sobre a abertura de uma investigação em Bari (sudeste) sobre acusações proferidas por jovens contratadas para participar de festas em residências de Berlusconi.

Mais imagens polêmicas

Nesta sexta-feira, novas fotografias das jovens que frequentam a mansão do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, foram publicadas pela revista "L'espresso", do grupo "La Repubblica".

Foram publicadas sete fotografias de sete jovens, algumas de biquíni, a bordo do iate Magnum 70, que Berlusconi comprou há 14 anos.

Outras imagens mostram o iate atracando e as jovens descendo em direção à Villa Certosa - mansão do premiê -, mas em nenhuma das fotos aparece o magnata.

Reprodução
Site da revista mostra fotos das jovens

Site da revista mostra fotos das jovens no iate de Berlusconi

A "L'espresso" informou que depois de ampliar as fotografias foi possível identificar quatro das jovens que estavam no iate. Três delas teriam aparecido meses depois como candidatas a apresentadoras da emissora de TV Mediaset, propriedade de Berlusconi, e a outra teria surgido como uma das promessas do partido do premiê, o Povo da Liberdade (PDL).

As imagens fazem parte das cinco mil fotografias feitas pelo fotógrafo italiano Antonello Zappadu entre 2006 e 2009.

Segundo a revista, as imagens publicadas foram registradas em 14 de agosto de 2008, dia no qual, além das meninas, Berlusconi recebeu o magnata russo Roman Abramovich a bordo de seu veleiro "Grand Blue".


(Com informações da EFE e da AFP)


Leia também:

Leia mais sobre Silvio Berlusconi

    Leia tudo sobre: berlusconiitália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG