Berlusconi agradece demonstrações de afeto após agressão

Roma, 15 dez (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, agradece as demonstrações de proximidade e afeto que recebeu desde que, no domingo, foi agredido ao final de um comício na Praça do Duomo, em Milão.

EFE |

Em uma breve mensagem divulgada hoje no site de seu partido, o governante Povo da Liberdade (PDL), o líder faz as primeiras declarações públicas desde que foi internado no hospital San Raffaele, em Milão, no domingo passado por causa das lesões provocadas pela agressão.

"Agradeço de coração às muitíssimas pessoas que me mandaram mensagens de proximidade e afeto", afirma Berlusconi, na mensagem.

"Repito a todos que fiquem serenos e seguros. O amor ganha sempre sobre a inveja e o ódio", conclui.

O boletim médico emitido hoje informa que o primeiro-ministro receberá alta amanhã e deverá evitar qualquer atividade durante pelo menos as próximas duas semanas.

O estado de Berlusconi não é preocupante e o político se recupera "gradualmente" de uma lesão interna e externa no lábio superior, com dois dentes quebrados e uma fratura no nariz. EFE mcs/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG